quinta-feira, 28 de janeiro de 2010


Como havia prometido,aí está mais um texto do baú de memórias

Uma pequena forma de dizer aquilo que não quero ouvir.


Distancie seus medos
e disfarce seus segredos.
Continue o que nunca foi iniciado
e finalize aquilo que foi acabado

Dê a si mesmo uma oportunidade
de não ter mais chance de escolher.
Ouse penetrar em sua intimidade
a fim de debochar do próprio prazer.

Influencie seus sonhos
Odeie todos os seus desejos.
A catarse influencia o temor
Esperando obter de ti o amor.

4 comentários:

Livinha disse...

É minha amiga, conselhos que a gente nunca quer ouvir, afinal a vida é feita de esperanças, e n'algum momento ela vem de encontro a nós, nas possibilidades que nos pode alcançar...

Lindo poema, contraditório à vida, quando os inacabados torna-se necessário terminar...

Bjss

MEU MUNDO E NADA MAIS... disse...

Maninha, que texto lindoooo,
lembro desse texto, vc me mostrou quando o escreveu,e como eu disse naquela época, não sei se vc lembra,"nada melhor do que nos aconselharmos a nós mesmos".
Renatinha te amo!!!!!!!!!!!
Estou muito feliz pelo seu blog
tudo está perfeito.
bjs maninha!!!!!

Joelmir Ramos disse...

Muito forte. Como sempre..adorei.
bjs

A.S. disse...

Renatinha...

Lindo poema! Mas o amor chegará com um brilho nos olhos, um calor nas mãos e um aperto no peito!!!


Beijos
AL