terça-feira, 16 de março de 2010

A noite escura e eu.


Penso,a cabeça ferve,um pouco de dor,um pouco de cansaço.
Mas,a mente flutua,viaja por lugares que queria estar,lugares que já estive,e de repente sou apenas nostalgia.
Por mais que aperte os olhos com força e que tente contar carneirinhos não consigo dormir.Me imponho,uma interrogação sobre a porção oculta de eu mesma,e esta insiste em se fazer reconhecer pela via dessas inquietações.
Divagando,um pouco mais,recapitulo os fatos,tento achar soluções pra antigos problemas,para os novos também...
No melhor dos meus devaneios,meu desejo é intenso,minha alma impura e o meu corpo acorda.Eu começo a sentir falta,do que já foi e também do que ainda será.Eu vejo seu rosto feito,um retrato,uma cópia perfeita que não sai da minha cabeça.
Penso,penso tanto que me apaixono pela idéia,tomo decisões malucas,embalada pelo cansaço.Desmonto quebra-cabeça imaginário,refaço inúmeras vezes.A tensão chega porque acordo cedo,aulas,provas,ônibus lotado.
Dorme,garota...
Penso,então não durmo.
Penso,logo escrevo.

3 comentários:

Livinha disse...

Minha amiga,
naveguei nas tuas letras,
tão retrativas de mim mesma,
retrativas até do cotidiano de cada um.
O que nos bole tanto, essa angustiante insatisfação, que nos inspira fuga, nos desejos que sequer podemos colocar na pratica, porque nos falta a ventura...
Mais passa, até o proximo encontro de nós com o si mesmo quando surgem as indagações...

Saudades de você das tuas letras,
das tuas inspirações..
Triste mais um devaneio bem na conta dos nossos sentidos vazios...

Bjss
Livinha

MEU MUNDO E NADA MAIS... disse...

Quando falamos que somos uma só alma, não estamos exagerando, sinto sua anguastia mesmo quando não estamos juntas,está semana estive muito preoculpada com vc,
achei que fosse, somente suadade, mesmo vejo que me enganei, realmente algo lhe aflige, quisera eu poder, retirar de ti esta angustia, quando como éramos, crianças, e vc caia e se machucava,
e eu como sua irmã mas velha, quase mãe,limpava lhe a ferida e contava-lhe uma história e te punha pra dormir, maninha te amo demais, vc sabe né?
fica bem e bom domingo.

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Amiga.

Quando estamos em tempestade,
os pensamentos brotam
com palavras intensas,
que nos devolvem a nós.

Que teu coração seja sempre casa de alegria.